10 Passos para uma Gravidez Saudável

Cuidar de si antes e durante a gravidez significa preparar as melhores condições para o desenvolvimento do seu filho.

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Alimentação, Exames, Gravidez, Quero Engravidar, Saúde, Semana a Semana

A gravidez é um período muito peculiar na vida da mulher, que muda completamente a sua estrutura física e emocional. E nesse período de turbulência, os problemas e desconfortos são frequentes, já que a mulher não sabe, a princípio, lidar com todas essas modificações em um período tão curto. Mas foi criada uma espécie de cartilha, uma lista de pequenos passos para que a mulher se prepare melhor para essa fase, e possa seguir sua gravidez sem maiores problemas. São dez pontos importantes a ser observados, cada um com a sua importância para o objetivo final.

comida na gravidez

Organize e planeje seu pré-natal

O pré-natal garante a saúde tanto da mamãe quanto do bebê, e a segurança do médico é importante para que a mãe saiba o que fazer e quando fazer no surgimento de qualquer imprevisto. Portanto, planeje-se e busque informações sobre o pré-natal, e converse com o seu médico o quanto antes.

Alimente-se bem

Lembre-se que o seu corpo será a casa de um novo ser por nove meses. Dessa forma, se não preparou e cuidou dessa casa adequadamente até agora, apresse-se. Alimente-se de forma equilibrada, e se preciso consulte um nutricionista. Tudo o que você ingerir será passado automaticamente para o bebê, que não tem condições ainda para lidar com toxinas e substâncias artificiais prejudiciais.

Tome cuidado com o que come

De acordo ainda com o que foi descrito acima, tente controlar tudo o que come. Alimentos crus como ovo, carne ou sushi podem trazer riscos de contaminação, o que seria muito prejudicial ao bebê. Tente sempre se controlar e pergunte ao seu médico se qualquer dúvida aparecer.

Tome suplemento de ácido fólico

O ácido fólico é famoso por ter o poder de evitar ou ajudar a prevenção de problemas congênitos na gravidez, e dessa forma se torna um importante aliado das futuras mamães. Sob orientação do médico ou nutricionista, a gestante pode iniciar a suplementação desse nutriente, ou buscar fontes naturais como espinafre, brócolis ou repolho.

Faça atividade física regularmente

A atividade física ajudará a melhorar a condição geral dos músculos e ossos da mamãe, para que ela sofra menos desconforto e consiga lidar melhor com o peso extra que está por vir. Ainda sim, os exercícios melhoram de forma significativa a saúde da mãe, e inevitavelmente a do bebê também. Lembre-se que nesse período apenas atividades físicas moderadas são permitidas (hidro, caminhadas e outras), e consulte o seu médico para qualquer atividade extra ou não convencional.

Comece a exercitar os músculos da região da vagina

cuidados na gravidez

Os exercícios para os músculos do assoalho pélvico melhoram sustentação da região pélvica durante o período de gravidez, o que evitará uma série de problemas para a mamãe. Ainda sim, esses exercícios possuem diversos outros benefícios, como o desempenho sexual, por exemplo. Eles podem ser realizados a qualquer hora, com cerca de cinco contrações por sessão em 10 sessões diárias, que não levam mais do que alguns segundos.

Não tome remédios sem falar com o médico

Isso deveria ser uma regra para todos, e não só para gestantes. Mas como a mamãe carrega agora um organismo frágil e novo dentro de si, esse reforço na recomendação é válido. Muitos remédios podem prejudicar a saúde do bebê e a formação do seu organismo, e por isso qualquer medicação (qualquer uma!) deve ser previamente consultada.

Reduza seu consumo de cafeína

O uso de estimulantes pode aumentar o risco de o bebê nascer abaixo do peso, segundo algumas pesquisas e estudos realizados. Dessa forma, evitar a cafeína pode ser importante, principalmente para aquelas mães que tomam café ou chá o dia inteiro.

Pare de fumar e de beber

A lista de malefícios e riscos no consumo dessas substâncias durante a gravidez é enorme. Tanto o álcool quanto as substâncias contidas no cigarro possuem efeito tóxico para o bebê, que as recebe diretamente através da placenta e não possui ainda defesas e filtros para lidar com esse mal. Não há desculpa para continuar o consumo de cigarro ou álcool na gravidez, se levarmos em consideração o risco de problemas congênitos, problemas de aprendizagem futuros, risco de lábio leporino e de parto prematuro, aborto espontâneo entre outros. Se você descobriu que está grávida, é hora de parar.

Descanse

O sono e o cansaço recorrentes na gravidez não são sem propósito. O seu organismo está pedindo uma desaceleração na sua rotina, já que as mudanças que virão pedem mais calma e tranquilidade. Portanto tente dormir um pouco durante o dia, e evite ao máximo competições e aborrecimentos no trabalho ou em casa. O seu bebê agradece o cuidado e o carinho, e pode nascer e crescer como ele merece.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios