10 Regras que Devem Ser Ensinadas à Criança Desde Cedo

Regras essenciais a serem passadas pelos pais desde cedo aos filhos

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: 1 a 2 Anos, 2 a 3 Anos, 3 a 4 Anos, 5 a 6 Anos, Até 1 Ano, Bebês, Crianças

Quanto antes os pais preocuparem-se com os ensinamentos a serem passados para os seus filhos melhor. A ideia de muitos que relatam que ainda é muito cedo para as crianças, ou até mesmos bebês aprenderem isso ou aquilo não está completamente certa.

Deve-se conversar sempre, mesmo eles sendo ainda recém-nascidos. Lembra-se que o bebê já escuta dentro de seu ventre por volta do 6° mês de gestação? Quanto mais você dialogar, mais você irá passar as regras de sua família, sobre as tradições que deseja que seu filho aprenda, sobre o que você considera ser certo ou errado, adequado ou inadequado.

ensinar filho

À medida que se fala, é passado nossos pensamento e energias também. E seu filho irá captar tudo isso desde o útero. Obviamente, o conhecimento em si, de modo racional ou como nós entendemos não irá acontecer em tenra idade, será assimilado aos poucos, e esta constância no diálogo facilitará e muito este processo de entendimento futuro.

5 ensinamentos a serem iniciados ainda na fase de bebê

  1. Eu mando. Tirando o autoritarismo que a frase pode conotar, os bebês devem saber desde cedo quem está no controle das coisas. Muitos podem achar que não, mas trará segurança e confiança para o bebê.
  2. Rotina. É essencial para um crescimento saudável que o bebê tenha sua rotina pré-definida. Claro que não deve ser algo rígido e pré-determinado conforme os horários dos adultos. Ela será construída conforme as necessidades do bebê de se alimentar, dormir, tomar banho e brincar. É outro item que traz a sensação de segurança e conforto para eles.
  3. Limite. Complexo, pois, varia de família para família. Algumas pessoas têm opiniões mais delimitadoras e castradoras em relação ao limite concedido aos filhos e outros parece ser mais liberal. No entanto, é essencial que comece a haver a imposição de limites desde a tenra idade.
  4. Destituir a criança do centro do mundo. Uma das etapas cruciais da formação da personalidade dá-se por volta dos dois anos. É nesta época que a criança começa a perceber que o mundo não gira a seu bel prazer, conforme tinha em mente antes. É um período conturbado, pois o bebê não quer sair deste lugar “cômodo” de ser o centro, ele luta contra a realidade, mas é necessário para o seu amadurecimento.
  5. Respeito. Provavelmente, o bebê já começou a ter algum contato com outras crianças e outros adultos em escolinhas por exemplo. É muito importante ir mostrando e também dando o exemplo no quesito respeito ao próximo.

5 ensinamentos essenciais para as crianças

  1. Ser obediente. Como o bebê já deve ter introjetado as figuras de autoridade, nesta etapa, já maior, ela precisa tomar a decisão de obedecer à estas figuras e às extensões dela, como por exemplo: professores, avós e tios. Muita criança irá tentar burlar a obediência, cabe aos pais serem firmes e respeitosos também.
  2. Possibilitar responsabilidade e deveres para as crianças. Elas precisam entender o funcionamento da vida para um futuro próximo. É de extrema necessidade que as crianças tenham obrigações para desempenhar ao longo do dia. Irá depender da idade e possibilidades de cada uma. Mas, por exemplo, tirar o pijama e guardar na gaveta já será um grande desafio para crianças de 3 ou 4 anos. Muitas vezes as mães perdem a paciência e acabam fazendo tudo sozinhas, o que estarão ensinando aos seus filhos? Não é a tarefa em si, mas sim, a atitude de desempenhá-la conforme o pedido da mãe e no tempo em que lhe foi determinado.

regras

  1. Na casa do seu amigo as regras podem ser diferentes. As crianças precisam começar a ter contato com diferentes culturas. Se você fez tudo o que pôde para passar sua cultura e tradição, agora é hora dela entender que são sua e de sua família e que existem outras nas famílias dos coleguinhas. Claro que as questões básicas sobre respeito ao próximo, obediência até certo ponto deverão serem seguidas. Mas será de extrema importância para o seu amadurecimento a consciência de que há meios de vida diferentes do seu.
  2. Bom relacionamento interpessoal. Os pais podem ajudar seus filhos a construírem um bom relacionamento interpessoal com seus colegas e familiares extensos. É só ensinarem conceitos que regem a convivência alheia. Por exemplo: ser solidário e solicito, não ser egoísta, ser justo, não mentir, ajudar quando necessário e etc.
  3. Altruísmo. As crianças que tiveram boas experiências relacionadas aos ensinamentos sugeridos, provavelmente, apresentará algum nível de altruísmo. Ela demonstrará pesar diante de tragédias que ouvir falar e poderá demonstrar vontade de ajudar e fazer alguma coisa em prol de outras pessoas mesmo que aquilo não lhe traga nenhum benefício material. Ela gostará de se sentir útil ficará feliz por si mesma, por simplesmente ter boas atitudes.

Criar uma criança é mesmo muito complicado! Mas é possível e muito gratificante! Mamães que o digam… Deixe seu comentário e deixe sua opinião!

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios