15 Dicas para Escolher o Berço do Bebê

Veja o que levar em conta na hora da escolha do móvel

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Bebês

Chegou a hora de comprar o berço do bebê. O móvel deve ser escolhido com muito cuidado, afinal é o item principal do quarto do seu filho, já que ele pode utilizá-lo até os 3 anos de idade. A mamãe vai até a loja de móveis e, com tantas opções de modelos, não sabe como escolher o mais adequado para o seu filho.

Dúvidas também quando a mãe empresta um berço de uma amiga ou de alguém da família ou ainda quando ela manda fazer um sob medida com o marceneiro. Como saber se ele é seguro?

Dicas

caminha de bebê

Confira abaixo algumas dicas para ajudar a escolher o berço ideal para o bebê:

  • Escolha um berço que combine com a decoração do quarto do bebê: existem modelos clássicos, modernos e rústicos.
  • Antes de o berço ser bonito, ele deve ser seguro. Existem algumas normas do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) que devem ser levadas em conta para garantir a segurança do seu filho. A medida segura entre as grades laterais não deve ser maior que 6,5 cm, evitando que o bebê consiga passar a cabeça. A distância entre o estrado e as laterais do móvel não deve ser superior a 2,5 cm, para impedir que a criança prenda as mãos ou os pés no vão. Outra medida a ser observada é a altura do estrado até a lateral do berço: deve ser, no mínimo, de 60 cm, assim o bebê não consegue pular para fora do móvel.
  • Se você for encomendar um berço para um marceneiro, passe as especificações do Inmetro para o profissional para que ele confeccione um berço com segurança. Atenção também com a tinta que não deve ser tóxica.
  • Caso o berço seja emprestado, veja se o móvel é seguro, seguindo as medidas que citamos acima. Verifique se é necessário fazer algum conserto ou renovar a pintura.
  • Quando for comprar o berço, já tenha em mente qual o espaço disponível para o móvel. Leve essa medida anotada para não comprar um berço que não vai caber no quarto. Há muitas opções de modelos: berços que já vêm com cômodas, nichos ou trocadores, o que pode aumentar o tamanho do móvel.
  • Pergunte na loja se na caixa do berço constam informações do fabricante e se o móvel vem com manual de montagem.
  • As quinas do berço devem ser arredondadas.
  • Se o berço possuir rodinha nos quatro pés, duas delas devem ter trava de segurança.
  • Verifique se a grade lateral móvel é segura e fácil de manusear.
  • Existem opções de berço com sistema anti-refluxo, em que é possível fazer uma leve inclinação do estrado.
  • Alguns modelos de berço viram mini-camas, o que pode significar uma economia, já que vai demorar um pouco mais para os pais comprarem uma cama nova para a criança. Se você escolheu esse modelo, guarde o manual de montagem para quando for fazer a transformação, bem como peças sobressalentes que serão usadas na caminha.
  • Há também opções de bercinho desmontáveis, ideais para viagem. O modelo pode ser utilizado como berço do bebê, mas é necessário verificar qual o peso limite que ele suporta e, quando guardá-lo, cuidado com o acúmulo de poeira.

bercinho

  • Na hora de escolher o colchão, veja se a medida se encaixa no estrado, sem que fique espaços entre o colchão e laterais do berço. Existem colchões que em um dos lados é impermeável, o que facilita a limpeza caso haja vazamento de xixi.
  • Não coloque o berço embaixo de uma janela para evitar qualquer acidente quando o bebê crescer. Evite também pregar quadros ou prateleiras nas paredes onde o berço ficará encostado.
  • Se for usar mosquiteiro, faça uma lavagem periódica para evitar acúmulo de pó.

Protetores

Os protetores de berço, cheios de almofadas são lindos e trazem um ar de aconchego. Apesar disso, não são recomendados porque podem causar asfixia no bebê. O mesmo vale para bichinhos de pelúcia.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios