A Mulher Pode Pintar os Cabelos na Gravidez?

Assunto é controverso. Veja algumas opções para manter o visual na gestação

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Gravidez

Na gravidez, a mulher se sente mais bonita e, por isso, adora desfilar mostrando o barrigão. Mas um grande incômodo durante os nove meses da espera do bebê é ficar sem tingir os cabelos. Aí surge a polêmica: tingir o cabelo na gestação é realmente prejudicial ao bebê?

Apesar de não existirem provas de que as tinturas tragam algum malefício para a gestação, muitos médicos não recomendam tingir os cabelos no período; outros proíbem o uso de tinturas até o quarto mês de gravidez, em que há o desenvolvimento de órgãos e tecidos do bebê. Depois desse período, as chances de malformações diminuem.

O perigo do uso de tinturas é que elas contêm substâncias tóxicas, como a amônia e benzeno, que pode ser absorvida pelo couro cabeludo, uma região muito vascularizada, ou inalada pela mulher, podendo prejudicar o bebê. O uso de xampus com tonalizantes também não é recomendado.

mulher tingindo cabelo

Na dúvida, converse bastante com seu obstetra e, se ele não recomendar, espere os nove meses, que passam rapidinho. Só siga o que o médico orientar e mesmo que uma amiga tenha tingido os fios na gravidez e correu tudo bem, não leve isso em conta porque o que está em jogo é a saúde do seu bebê.

O problema afeta mais as gestantes mais maduras, que tingem os fios principalmente para esconder os brancos. Mesmo sem pintar os cabelos, você pode continuar bonita: investa no corte de cabelo, maquiagem e até nas roupas e sapatos!

Confira Algumas Opções

Uma opção é fazer uso de hena, que não contém amônia, mas certifique-se de que é só hena, sem nenhum composto tóxico. Você pode ainda modificar o visual fazendo mechas (que podem disfarçar os fios brancos), luzes ou reflexo, utilizando produtos que não são aplicados na raiz do cabelo, com uma touca de proteção. Mas mesmo esses procedimentos só devem ser realizados a partir da 20ª semana de gravidez.

mulher no cabelelireiro

Fazer alisamento também está proibido, porque o processo envolve o uso de substâncias tóxicas, que podem trazer problemas para a gestante e para o bebê. Alguns salões utilizam formol, que pode ser bastante perigoso. Alguns médicos estendem a proibição do uso de tinturas mesmo após o parto, por conta da amamentação.

Cuidado com as Reações Alérgicas

Saiba que mesmo mulheres que nunca tiveram alergias com tintura de cabelos, podem apresentar alguma reação durante a gravidez, fase em que seu organismo fica mais sensível. Mulheres que já apresentaram alguma alergia anteriormente podem ter reações mais graves na gestação, por isso todo cuidado é pouco. Se você apresentar qualquer reação, como alergia ou irritação, pare de utilizar o produto imediatamente.

O que está permitido são as hidratações, com o uso de queratina, que não é tóxica. Mas fique sempre alerta ao ir a um salão de beleza, mesmo que for só para cortar o cabelo: veja se o ambiente é arejado para você não aspirar substâncias de outros tratamentos que estão sendo realizados. E, caso realize algum procedimento em casa, utilize luvas e máscaras e siga todas as instruções da embalagem.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios