Adenomiose

Aprenda a diferenciar adenomiose de endometriose

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Doenças, Saúde

Facilmente confundida com a endometriose, a adenomiose é uma patologia (doença) uterina, que atinge mulheres de diversas idades e mesmo aquelas que já tiveram filhos.

Ela é bastante comum em mulheres com idade de 35 a 50 anos, e também pode se desenvolver em mulheres que já sofrem de endometriose.

exame de ultrassom

1. O que é a adenomiose?

A adenomiose é uma patologia uterina que de desenvolve em decorrência do surgimento de glândulas e tecido endometrial dentro do músculo do útero, podendo gerar a hipertrofia do órgão.

2. Quais os tipos de adenomiose?

Existem dois tipos de adenomiose: a local e a difusa. A adenomiose local (também chamada de localizada ou focal) é caracterizada pela presença das glândulas e tecido endometrial em algumas regiões do útero. Já a difusa é caracterizada pela presença das já citadas glândulas e tecido por toda a extensão do útero (paredes uterinas).

3. Mulheres com adenomiose podem engravidar?

Sim. Mulheres com adenomiose podem engravidar, no entanto pode ser difícil. Quando a paciente possui adenomiose, o embrião terá dificuldade em se fixar na parede do útero. Em casos extremos, pode existir infertilidade.

4. Mulheres grávidas podem ter adenomiose?

As mulheres grávidas também podem desenvolver a doença. Nesses casos, a doença pode ser perigosa para a gestação. Se você desenvolver adenomiose durante sua gestação, siga todas as orientações de seu médico.

5. A adenomiose pode surgir em mulheres que já passaram por uma gestação?

Sim. Especialistas afirmam que a adenomiose pode, inclusive, surgir em decorrência à curetagem (procedimento realizado em caso de aborto) ou da cesárea. Esses pequenos traumatismos no útero facilitam o desenvolvimento da doença.

6. Quais as semelhanças ou diferenças entre adenomiose e endometriose?

Apesar dos sintomas serem muito parecidos, a diferença básica entre a adenomiose e a endometriose está na localização do trauma. A endometriose é caracterizada pelo surgimento e crescimento de tecido proveniente do endométrio para fora do útero, já a adenomiose é caracterizada pelo crescimento desse mesmo tecido dentro do útero, proporcionando o surgimento de glândulas na região.

7. Quais os exames para diagnóstico de adenomiose?

Os principais exames são: anamnese (questionário médico), exame físico, ultrassonografias e ressonâncias magnéticas.

exames

8. Quais os sintomas de adenomiose?

Os principais sintomas são: cólicas fortes durante o período menstrual, aumento da quantidade de menstruação, irregularidade menstrual e dor durante as relações sexuais.

9. Existe tratamento para adenomiose?

O tratamento para adenomiose é através de antiinflamatórios, supressão hormonal e, em alguns casos, cirurgia.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios