Anemia em Bebês e Crianças

A anemia é muito comum em crianças e bebês, porém precisa ser cuidada para evitar novas doenças graves na criança

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Alimentação, Dicas, Saúde

Quase 50% das crianças com até 3 anos de idade tem a doença por algum período da vida. A anemia é uma condição perigosa, que precisa ser corretamente tratada, para que não apareçam outras doenças na criança.

anemia

O que é a anemia

A anemia em si não é uma doença, e sim uma condição causada pela insuficiência ou carência de alguns nutrientes no sangue, que são essenciais para o bom funcionamento do organismo. Quando um ou mais desses nutrientes ficam em falta na corrente sanguínea, as hemoglobinas (responsáveis pelo transporte de oxigênio no sangue para todos os órgãos) caem e não conseguem fazer um bom trabalho.

O tipo de anemia mais comum é a causada pela deficiência de ferro. Porém, a deficiência de vitaminas como a B12, o zinco e outras proteínas também podem causar anemia.

Nas crianças, a anemia é muito perigosa e se não tratada corretamente pode causar outros problemas graves para a saúde.

O que causa a anemia

A anemia normalmente é causada pela alimentação desbalanceada ou errada.

Em crianças ela é muito comum, especialmente quando a criança começa a ser alimentada com outros alimentos além do leite materno.

No entanto, amamentar seu bebê no peito não impede o surgimento da anemia. Portanto, a mamãe também deve se proteger contra a anemia.

Sintomas

Os sintomas mais comuns da anemia em crianças são:

  • Falta de apetite
  • Desânimo e falta de vontade de brincar
  • Fadiga e cansaço em excesso
  • Palidez na pele, olhos e gengivas
  • Apatia (criança fica muito quietinha, no canto)
  • Dificuldade de aprendizado
  • Perda de peso
  • Falta de ar
  • Fraqueza
  • Sensação de tontura
  • Desmaios

Diagnóstico

O diagnóstico da anemia é feito com base em exames de sangue, pois é necessário verificar a taxa de hemoglobina.

Se seu filho apresentar esses sintomas, procure o médico imediatamente e explique tudo a ele, solicitando um exame de sangue.

Tratamento

O tratamento da anemia envolve medicamentos e adoção de alimentos ricos em ferro. Esses alimentos podem ser de origem animal ou vegetal. Os mais comuns são: carnes vermelhas como fígado, peixes, coração, etc.

Você também pode incluir na dieta de seu filho o leite enriquecido em ferro, porém se ele mama no peito não deixe de dar o leite materno (ele é o melhor alimento para seu filho!)

Os grãos integrais como nozes, castanhas, feijão, açúcar mascavo, e folhas verdes como couve, agrião, cheiro verde, beterraba, também são excelentes fontes de ferro.

A importância do aleitamento materno

Pesquisas recentes confirmam que crianças que não recebem leite materno têm maior tendência a ter anemia. Portanto mamãe, se você puder amamente seu filho até pelo menos os seis meses de idade. O ideal é que ele seja amamentado até um aninho de idade.

O perigo da anemia

bebê em exame

A anemia é perigosa, pois ela possibilita o surgimento e desenvolvimento de outras doenças. Nas crianças, ela possibilita o retardo de crescimento físico e desenvolvimento mental, além de diminuir a capacidade de aprendizado.

Atenção mamãe: se seu filho apresenta os sintomas da anemia ou não quer comer os alimentos ricos nos nutrientes e em ferro, procure o médico e tente a adoção de novos alimentos. A prevenção é o melhor caminho!

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios