Bumbum de Neném: sem Assaduras

Saiba o que fazer para que esse incômodo não apareça

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: 1 a 2 Anos, Até 1 Ano, Bebês, Crianças, Recém Nascidos

Os bebês sofrem muito com as assaduras. A pele, principalmente da região do bumbum, genitais, parte das coxas e barriga, fica vermelha, bem irritada e com ardência e coceira.

A assadura acontece por conta do uso constante das fraldas e consequente umidade que fica na pele do bebê. O incômodo pode acometer também o pescoço, embaixo do queixo e em outras dobrinhas que fiquem úmidas principalmente no calor e em crianças mais gordinhas.

bumbum sem assaduras

Cuidados especiais

Para evitar esse incômodo para os bebês, as mães devem tomar alguns cuidados, principalmente em relação a troca de fralda:

  • No momento da troca de fraldas, o ideal é utilizar um algodão embebido em água morna para a limpeza. Se o bebê estiver muito sujo, o melhor é dar um banho, mas sem exagerar no sabonete, que acaba retirando uma proteção natural da pele. O uso constante de lenços umedecidos pode ir irritando a pele frágil do bebê, então o melhor é só usar em passeios.
  • A cada troca de fralda, passe uma camada fina de creme para prevenir assaduras.
  • O aleitamento materno nos seis primeiros meses previne as assaduras porque o cocô do bebê não é tão ácido.
  • Troque a fralda com frequência para que a pele do bebê fique pouco tempo em contato com o xixi. O cuidado deve ser redobrado com os recém-nascidos que fazem muito xixi e cocô. Mesmo que a fralda tenha uma enorme capacidade de absorção, a pele do bebê acaba ficando em contato com a umidade.
  • Na hora de fechar a fralda descartável com a fita adesiva não aperte-a demais.
  • Verifique se o tamanho da fralda está adequado ao seu filho. Uma fralda de tamanho menor vai ficar apertada, causando muito atrito com a pele, o que pode gerar assaduras.
  • Deixe a pele do bebê “respirar”: em algum momentinho do dia, deixe seu filho sem fralda.
  • O uso de talco não é indicado na hora da troca da fralda.
  • Depois do banho, seque cuidadosamente todas as dobrinhas do bebê.
  • Quando o bebê está com diarreia também pode ficar com assadura por conta das fezes mais líquidas e ácidas.
  • O bebê pode ser alérgico a uma determinada marca de fralda descartável e ficar com assadura.
  • Quando a mãe percebe que a pele do bebê assou, deve passar a pomada específica a cada troca de fralda. Geralmente, a irritação melhora em um ou dois dias. Se a assadura não tiver passado, leve o bebê ao pediatra porque pode ser uma irritação da pele causada por bactéria ou fungo. Fique de olho!
  • Se a assadura não for tratada pode se transformar em bolhas e feridas na pele do bebê.
  • Não utilize nenhuma receita caseira para tratar a assadura. Consulte sempre o médico. A pele do bebê é muito delicada e a assadura pode piorar se não for tratada corretamente.

bebê de fraldas

Alergia alimentar

Para os maiorezinhos, a assadura pode ser decorrente de alergia a um determinado alimento. Tenha sempre em mente tudo o que o seu filho come, principalmente ao introduzir algo novo nas refeições.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios