Cachorros e o Bebê

Veja os cuidados para que a convivência com o bichinho seja tranquila

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: 1 a 2 Anos, Até 1 Ano, Bebês, Crianças, Recém Nascidos

É uma delícia ver crianças convivendo com cachorros, mas será que é seguro ter um animal em casa quando se tem um bebê? Caso a família não tenha nenhum bicho de estimação, o melhor é esperar a criança ficar maiorzinha, depois de três anos, para ter um animal. Isso porque os cuidados com o filhote requerem muito tempo e, nesse caso, as atenções estarão voltadas mais para o recém-nascido, assim o melhor é esperar para que a casa não fique bagunçada e a família, estressada.

Já nos lares em que o cãozinho já estava lá antes de o bebê nascer, os pais devem redobrar os cuidados com a higiene do animal e supervisionar sempre a relação dele com o nenê. Outro ponto importante é preparar o bichinho para a chegada do novo membro da família: deixe que o cão sinta o cheiro das roupinhas do bebê para ele ir se acostumando e se familiarizando, porém evite que o animal entre no quartinho da criança. Uma boa dica é deixar algum paninho do bebê perto da vasilha de ração ou onde o cachorro costuma dormir.

A mãe não deve se esquecer de dar atenção ao cachorro depois do nascimento do bebê, porque ele pode ficar com muito ciúmes. Então, mantenha a rotina de alimentação e passeios do animal.

bebê e cães

Conhecendo naturalmente

Faça com que o cachorro vá conhecendo o bebê de forma gradual, deixe que ele chegue perto dos pezinhos, por exemplo. Mas atenção: nunca deixe o bebê sozinho perto do cachorro, mesmo que ele estiver no carrinho, porque pode acontecer algum acidente. Para delimitar o espaço do animal, compre gradinhas de proteção.

Com um recém-nascido em casa, as visitas ficam frequentes e o cão pode ficar estressado, por isso fique sempre atenta ao comportamento do animal e compre biscoitinhos e brinquedinhos e dê para ele quando mostrar bom comportamento.

Evite que o cachorro fique subindo no sofá ou na sua cama, porque ele pode soltar pelos e causar alergias no bebê.

Quando o bebê começa a engatinhar, fique de olho! Ele pode querer brincar com o cachorro, apertando-o e colocando a mãozinha na boca dele. Muitas vezes, para se defender ou simplesmente como brincadeira, o cachorro pode morder a criança.

Quando a criança completar sete anos, já pode ter responsabilidades com os cuidados com o animal, como dar ração e limpar as sujeiras.

bebê e cão

Melhores raças

É muito difícil escolher qual a melhor raça para conviver com crianças. Existem cães que são ótimos para a convivência em família, porque gostam de carinho e são brincalhões, como o golden, cocker e labrador, mas dependendo do seu espaço (um apartamento, por exemplo) podem não ser as raças mais indicadas. Cães das raças beagle e o shih-tzu são de porte médio e bastante calmos e amigos.

Porém, antes de escolher pela raça, tente descobrir o temperamento do animal. Na hora da compra ou adoção do bichinho, procure observar seu comportamento. Muitas vezes, um vira-lata pode ser a melhor opção.

Mas atenção: nunca leve um cãozinho para a casa só como presente ou porque seu filho pediu. Tenha em mente todos os cuidados e gastos que um animal exige.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios