Como a Mãe Deve Agir Diante da Briga entre Irmãos

Como agir numa briga entre irmãozinhos. Saiba como proceder corretamente.

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: 1 a 2 Anos, 2 a 3 Anos, 3 a 4 Anos, 5 a 6 Anos, Crianças

A chegada de um novo membro da família é sentida de maneira diferente por cada um. Tratando-se de irmãos, é ainda um pouco mais delicado, visto a pouca idade deste que irá acolher um irmãozinho e pouco sabe sobre a vida. O sentimento de ciúmes é inevitável em maior ou menor grau. Outros sentimentos e crenças imaginárias também compõe a cabeça das crianças, tais como: medo de perder os pais temporariamente ou permanentemente; medo de lhe faltar amor e cuidado; sensação contraditória de alegria e receio de que o novo membro suscita com sua chegada.

Os pais devem ficar atentos em relação aos comportamentos que o irmão mais velho demonstra após a introdução do novo membro no seio familiar. Será necessária certa flexibilidade para que não ocorra grandes transformações no amadurecimento conquistado pelo irmão mais velho, visto que casos de regressão são comuns nesta situação.

irmãos brigando

Como apaziguar conflitos entre os irmãos

  • Tratar com o máximo de justiça e igualdade ambos os filhos. Por mais fundamental que esta dica possa parecer, ainda assim faz-se necessário que os pais prestem atenção quanto a isso. Não quer dizer trata-los iguais, mas sim, de acordo com seus comportamentos em relação às regras da casa e de convivência.
  • Não estimular disputas e competições entre eles. Sempre haverá a necessidade de competição entre os irmãos. É como se brigassem por tudo, mas no fundo, inconscientemente falando, quisessem mesmo disputar a atenção dos pais. Não é viável estimular, pois será como colocar lenha na fogueira. O ideal é sempre mostrar receptividade para ambos, dizer que sempre estará lá para todos conforme suas necessidades.
  • Por mais que a “culpa” de uma briga possa parecer ser de um filho, não corrigir apenas ele. Claro que, desta forma, as correções poderão ser diferentes, conforme o que cada um vez, mas nunca, em hipótese alguma, apontar um culpado e uma vítima.

briga de irmãos

Atitudes dos pais que podem colocar mais fogo nos conflitos entre irmãos

  • Agir como eles agem uns com os outros. Pode parecer um absurdo, à primeira vista. Contudo, nota-se que muitos pais, demonstram atitudes parecidas com as dos seus filhos. Fazem chantagens, gritam, xingam no mesmo tom. Este tipo de comportamento não irá ajuda-los a superar seus conflitos.
  • Desmerecer e criticar um dos filhos. Nunca é recomendado este tipo de atitude na frente do outro filho. O mesmo ao ver poderá querer fazer igual na primeira oportunidade. E ainda pior, corre o risco de você corrigi-lo e ele dizer que aprendeu com você ou questionar porque você pode falar aquelas coisas e ele não.
  • Desautorizar uma das figuras parentais na frente dos filhos. Este é um dos piores exemplos que os pais podem dar a seus filhos. O que eles irão pensar se percebem que aqueles que lhes impõe as regras e lhes corrigem quando brigam ou fazem outras coisas não chegam a um comum acordo em relação à educação.

E vocês, mamães? Deixem outras dicas sobre como lidar com a briga entre irmãos nos comentários.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios