Como Saber se seu Filho Sofre Bullying

Saiba como identificar sintomas de que a criança esteja sofrendo bullying

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: 1 a 2 Anos, 2 a 3 Anos, 3 a 4 Anos, 5 a 6 Anos, Crianças

O bullying pode ser considerado o mal do século que acomete as crianças, principalmente em idade escolar, pelas mamães de todo o país. Bullying é um termo que se tornou bastante popular nos últimos tempos e que descreve quando uma criança é vítima de violência verbal, psicológica ou física, de modo constante, intencional e com a desculpa de alguma característica da criança ou então algum apelo em relação a pessoas que esta criança gosta, como falar mal da mãe por exemplo.

Por exemplo, quando os colegas implicam e justificam a implicação na característica de peso da criança. Então, quando a criança está mais gordinha e sofre preconceito, humilhação verbal ou é agredida está, com certeza, sofrendo bullying. O bullying deixa marcas profundas. As mais difíceis de tratar são as marcas psicológicas, deixadas no nível emocional daquela criança ainda em formação.

bullying

Dicas para saber se seu filho está sofrendo bullying

  • Não quer mais frequentar a escola. Uma das primeiras dicas que as crianças dão quando estão sofrendo algum tipo de violência é querer se afastar daquele local que lhe causa sofrimento. Então, criativas como só, as crianças podem dizer que estão doentes, que não querem ir à escola porque a professora não gosta delas e etc. Podem inventar algumas desculpas, mas o importante é investigar o real motivo e não simplesmente acreditar no primeiro motivo citado pela criança.
  • Não se interessa pelas brincadeiras mais divertidas que costumava a se interessar. Se, até em casa, a criança está começando a ficar amuada, arredia e não demonstra interesse nas brincadeiras que antes adorava é sinal de que alguma coisa está errado.
  • Demonstra maior agressividade. Ela não se isola e muito menos se desinteressa pelas coisas, porém, você começa a perceber que ela está cada vez mais agressiva, tudo é com muita brutalidade e até mesmo chega a verbalizar que vai bater, vai chutar ou brigar quando alguma coisa não sai como ela espera. Se esta mudança é repentina, ela pode estar passando por um período de grande estresse sofrendo com o bullying e tenta extravasar estes sentimentos com agressões.

Dicas para prevenir o Bullying entre as crianças

criança sofrendo bullying

  • Ninguém é melhor que ninguém. Desde cedo este ensinamento deve ser passado para as crianças. Todas as pessoas são diferentes, possuem defeitos e qualidades. Algumas sabem desenhar melhor, outras escrevem com a letra mais redondinha, enfim, cada um é cada um e não deve ser julgado pelo seu modo de ser ou parecer.
  • Não falar mal das pessoas na frente das crianças. Se os próprios pais ou parentes próximos falam mal de outras pessoas, xingam outros adultos na frente das crianças, a mesma irá internalizar que isto é algo normal e que deve ser feito.
  • Punir a criança que comete o bullying. Não importa a idade. Toda criança que apresenta comportamentos prejudiciais e errôneos devem ser punidas. Conforme a idade escolha o melhor castigo para seu filho. Deixe-o sem algum objeto ou brinquedo que ele goste por alguns dias e lhe explique o porquê de você fazer isso, enfatize que é um comportamento errado que não deve ser feito pois trará consequências negativas para o coleguinha que sofre e para ela que comete o erro.

Se cada um de nós cuidássemos de melhorar nossos relacionamentos interpessoais, talvez, os nossos filhos apresentariam comportamentos melhores também. Relacionar-se bem com conhecidos, amigos e vizinhos e demonstrar comportamentos de altruísmo inspira muito as crianças a fazer o mesmo.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios