Como Voltar da Licença-Maternidade sem Culpa

É possível voltar a trabalhar, depois da licença-maternidade, sem culpa

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Dicas

Conforme o dia de voltar para o trabalho vai chegando, a mamãe vai ficando angustiada e cheia de dúvidas! Será que dá para voltar da licença-maternidade sem culpa?

licença maternidade

É difícil, mas você consegue!

Sua licença-maternidade está chegando ao fim e a cada vez que você se lembra disso te dá um aperto no coração e sua cabeça começa a trabalhar a mil? Calma mamãe! Isso é normal!

Ser mãe é um prazer tão grande e os primeiros meses de vida de seu bebê são tão únicos e intensos para você e para ele, que é natural que você fique com medo e cheia de dúvidas sobre o primeiro momento em que vocês terão que se separar. E esse primeiro momento provavelmente será quando você precisar voltar a trabalhar!

Apesar de todas as dúvidas, erga a cabeça e respire fundo: você vai conseguir passar por essa nova fase com sucesso!

Medo ou culpa?

Algumas mamães sentem muito medo nessa nova fase. Isso é totalmente natural, afinal tudo que é novo assusta!

São muitas dúvidas e muitas questões para se preocupar: com quem deixar o bebê? O que é melhor: parentes, babá ou escolinha? Como saber o que é o melhor para meu filho?

É quando essas perguntas começam a fazer sentido que começa a surgir a culpa, muitas vezes disfarçada de dúvidas e medo: “Será que ele vai me amar ainda?”, “Será que eu sou uma boa mãe?”, “Será que eu vou conseguir?”. E tudo parece ainda pior quando a mulher sente falta do trabalho: “Mas se eu sinto falta do trabalho e das pessoas de lá, isso faz de mim uma pessoa mãe?”

Seja medo ou culpa, mantenha a calma! Seu bebê não vai deixar de amar você ou você vai deixar de ser menos mãe só porque vai voltar a trabalhar.

Ame-se mais como mulher

Pode parecer estranho ou muito distante, mas a verdade é que por mais que você ame ser mãe você é muito mais do que isso! Você é mulher, trabalhadora, profissional, esposa, companheira, amiga e muito mais.

Ser mãe é sim algo sem igual, mas não é tudo na sua vida! Pode ser a coisa mais importante da sua vida, mas mesmo assim não é tudo. Portanto, ame-se como mulher e respeite seus desejos pessoais e profissionais.

Lembre-se que para ser uma boa mãe, você precisa ser feliz! E você só será feliz quando tiver plenitude em tudo o que faz! Portanto, aceite-se, respeite-se e ame-se!

Mostre a seu bebê que você o ama mais do que tudo

volta de licença maternidade

Algumas pequenas atitudes podem ajudar você e a seu filho a se adaptarem melhor nessa nova fase.

  • Ao se preparar para ir trabalhar e deixá-lo no melhor lugar escolhido por vocês, explique a ele o que está acontecendo: que você precisa trabalhar, vai sentir falta dele, mas ele é forte e tudo vai ficar bem
  • Ao se despedir diga sempre que vai voltar
  • Tenha muita paciência com ele e com você: aos poucos vocês vão se adaptar

Lembre-se: o bebê não fala, mas entende o que você diz e percebe o quanto você o ama por suas pequenas atitudes.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios