Dicas para Ser uma Boa Mãe

Dicas para se tornar uma mãe que faz o filho feliz

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: 1 a 2 Anos, 2 a 3 Anos, 3 a 4 Anos, 5 a 6 Anos, Crianças

Ser mãe: experiência única, experiência maravilhosa! E experiência que causa medo e insegurança, afinal estamos falando de algo eterno: filhos. E quando se trata dos filhotes, as mamães só querem uma coisa: o melhor.

Como saber se você é uma boa mãe? Não existe uma fórmula mágica que vai te fazer ser uma super mãe, mas existem algumas coisas muito simples que, com certeza, farão toda a diferença!

boa mãe

Dicas

1. Aceite que você é uma mãe única!

Suas amigas, suas tias, suas irmãs ou mesmo sua mãe, podem ser ótimas mães, mas elas não são você. Então é natural que em alguns momentos você discorde da forma como elas agem ou pensem. Respeite sua individualidade e confie em sua missão.

2. Valorize o que você gosta e seja sempre feliz!

O que seu filho quer e merece é uma boa mãe e você só poderá fazê-lo feliz se você for feliz. Para isso, você deve valorizar a sua individualidade e fazer as coisas que gosta, desde que não sejam prejudiciais a você ou ao seu pequeno.

3. Entenda que você é mãe, mas também é mulher

Isso significa que você não deve abandonar seus sonhos, suas perspectivas ou seus desejos em decorrência da maternidade. Faça o oposto: agora você tem esse ser maravilhoso, lute por tudo o que deseja!

4. Seja mãe, não “amiguinha” ou “coleguinha”

Calma! Não estou dizendo que você deve ser autoritária e que seus filhos não devam confiar ou ser próximos de você. Mas você deve assumir seu papel de mãe, e parte desse papel é orientá-lo e muitas vezes isso fará com que ele ache que você não é amiga dele. Ele não vai deixar de te amar ou de te respeitar se você precisar falar “não” em alguns momentos.

5. Diga mais “não”

Seu filho precisa saber o que é certo e o que é errado. E deve aprender o que é o “não”. Nem sempre as coisas vão ser como ele quer ou na hora que ele quer. Ensine-o. O “não” é saudável e evitará que ele cresça achando que pode tudo, evitando frustrações e depressões futuras.

6. Mostre a ele que errar é natural

E faz parte do processo. Seu filho vai sim errar, e muito. Especialmente nas fases de construção de personalidade e desenvolvimento da criticidade. Da mesma forma que você não deve puni-lo todas as vezes que ele agir de forma diferente do que você quer, você não deve criá-lo como se ele fosse perfeito e nunca errasse. Muito pelo contrário: mostre o caminho e ensine-o a lidar com as frustrações.

mãe e filha

7. Ensine-o a ser independente

Prepare-o para ser independente e mostre que você estará sempre ao seu lado. Assim, ele saberá que pode enfrentar todos os desafios.

8. Seja fonte de segurança, mas não deixe-o te dominar

Seja mãe, seja o porto de seu filho, mas ele não permita que ele te sufoque. Isso não é saudável nem para você, nem para ele.

9. Aproveite!

Todos os momentos com o seu filho são únicos, divirta-ase com ele, para que ele tenha boas lembranças da infância.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios