Dor no Estômago Pode Ser Gravidez?

Devido ao aumento de suco gástrico e da compressão do estômago, a dor no estômago pode ser um dos sintomas da gravidez.

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Gravidez, Será que estou Grávida

Atraso na menstruação, enjôos matinais e náuseas são os sintomas mais comuns do início da gravidez. Entretanto, se você prestar atenção, há sintomas que não são tão divulgados, mas que também indicam uma possível gestação. Dentre eles, encontra-se a dor de estômago, que acontece devido a grande alteração hormonal que o corpo feminino sofre nesse período, além do aperto no órgão por causa do crescimento do útero. Se você tem sentido muita dor no estômago, saiba como a dor no estômago pode ser gravidez:

dor-no-estomago-pode-ser-gravidez

Aumento de Enzimas Digestivas

Um dos motivos pelos quais as dores de estômago são mais frequentes durante a gravidez é a maior liberação de enzimas digestivas para que a digestão seja facilitada, pois o organismo sabe que a mulher precisará de uma melhor nutrição e mais rapidamente devido às mudanças que estão ocorrendo. Então, tais enzimas se transformam no suco gástrico que, por ser ácido, provoca dor e desconforto no estômago. Decorre disso os famosos sintomas: azia, mal-estar, vômitos e enjôos, especialmente nos 3 primeiros meses após a fecundação, quando o corpo está se adaptando às mudanças.

Crescimento do Útero

A dor de estômago na gravidez também pode ser causada por causa do crescimento do útero (cerca de 4 centímetros por mês), que comprime os órgãos à sua volta, sendo um deles, o estômago. Quando esse é o motivo, a dor se parece com uma cólica, fazendo muitas vezes com que a mulher perca o apetite.

Como Aliviar a Dor no Estômago?

Para sentir menos desconforto relacionado à dor de estômago durante a gestação, você precisa mudar alguns hábitos alimentares, recorrendo a pequenas refeições a serem divididas em maiores frações ao longo do dia. Assim, você ajudará na digestão, que está acontecendo mais lentamente. Outro fator que pode influenciar nessa situação é mastigar os alimentos mais vezes para que seja melhor digerido. E, para finalizar, não se esqueça de beber muito líquido, mas somente os saudáveis como água, sucos e chás, para que auxiliem na digestão e evitem o inchaço comum à gravidez. Porém, durante as refeições, é melhor não beber nada para não interferir na digestão.

Alimente-se Bem

Você certamente sabe quais são os alimentos causadores de azias e problemas estomacais, não é mesmo? Então, fique longe de frituras, gorduras e alimentos processados e muito fortes, pois além de te trazerem transtornos estomacais, não farão bem para a sua gestação e nem para o seu filho. Saiba que ele está ingerindo tudo o que você come, então, pense nele antes de você! Por outro lado, coma bastante alimento rico em fibras, nutrientes e vitaminas para que ele tenha a suplementação necessária para se desenvolver bem no seu útero.

Dor de Barriga ou Dor de Estômago

Na gravidez, a dor de barriga também é muito comum e pode se confundir com a dor de estômago. Isso porque os órgãos se encontram tão comprimidos que é fácil achar que é um órgão no lugar do outro! Portanto, caso ache que é dor de barriga, vá ao banheiro e se concentre, pois normalmente o intestino da grávida se torna mais lento pelo mesmo motivo: compressão.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios