É Possível Engravidar Mesmo Tomando Anticoncepcional?

Chances são baixíssimas, mas é preciso seguir recomendações para evitar falhas

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Métodos Contraceptivos, Saúde

Muitas mulheres, depois que começam a tomar a pílula anticoncepcional, acham que será impossível engravidar. É claro que as chances são baixíssimas, mas elas existem sim. Isso porque o anticoncepcional tem mais de 99% de eficácia, ou seja, não é 100% garantido.

anticoncepcional

Saiba que não há uma marca de pílula mais eficaz que outra e, em comparação com outros métodos como a tabelinha, a pílula se mostra bem mais eficiente. Portanto, se você adota este método, é só seguir algumas recomendações para que não haja falha e não ocorra uma gravidez não planejada.

A primeira dica para garantir a eficácia desse medicamento, é tomar de acordo com as recomendações do seu médico. Então, antes de começar a tomar este medicamento, passe por uma consulta e tome a pílula que seu ginecologista recomendar. Dependendo do seu estado clínico ou histórico familiar, ele pode até contraindicar o uso de pílula. Isso acontece, por exemplo, com pessoas que apresentam riscos cardiovasculares.

Nunca tome esse remédio por indicação de alguém. Caso seu organismo não se adapte a determinada marca de pílula, seu médico vai avaliar o que está acontecendo, quais os efeitos que ela está causando no seu corpo e irá receitar uma nova marca.

Sempre atenta para garantir a eficácia da pílula

Na hora da compra, verifique também as condições da embalagem e certifique-se de que o produto está dentro do prazo de validade. Leia com atenção a bula do medicamento.

A mulher deve tomar a pílula regularmente, de preferência no mesmo horário todos os dias. Claro que podem ocorrer pequenas variações, mas tente estabelecer um horário, como na hora do café da manhã ou do almoço ou até antes de dormir.

E não se esqueça de tomar a pílula por vários dias ao longo do mês, porque o objetivo desse medicamento é que o corpo feminino receba uma pequena dose de hormônio (estrogênio e progesterona) todos os dias. Se ficar vários dias sem tomar, proteja-se com a camisinha.

É recomendado não fazer uso de certos medicamentos, como antibióticos ou alguns antialérgicos, junto com a pílula, porque ela pode ter sua eficiência reduzida. Converse sempre com o seu ginecologista antes de tomar algum remédio específico.

Quando a mulher troca a marca da pílula também deve ficar atenta e, se tiver relações, usar outro método anticoncepcional, como a camisinha, no início. Caso haja vômito ou diarreia logo após ou horas depois de tomar o anticoncepcional, é recomendado tomar outro no lugar, porque certamente seu organismo não absorveu o hormônio e você estará desprotegida.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios