Gravidez aos 40

As dificuldades são maiores, mas não impedem que mulheres realizem o sonho de ser mãe

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Gravidez, Quero Engravidar

A vida profissional é prioridade para muitas mulheres que estudaram, se especializaram e se esforçam para subir cada vez mais alto em suas carreiras. Assim, o sonho da maternidade acaba sendo adiado, já que é difícil conciliar o cuidado com os filhos e o trabalho.

grávida profissional

Quando as mulheres resolvem que querem ser mães, muitas vezes, já estão na casa dos 40 anos. Sabe-se que a idade mais propícia para uma gravidez de sucesso é por volta dos 20 anos, mas a Medicina está aí para garantir que as mulheres mais maduras também consigam engravidar e realizem o sonho de serem mães.

É certo que as dificuldades serão maiores, assim como os riscos, mas fazendo o acompanhamento médico antes da gestação, seguindo o pré-natal com bastante disciplina e tomando alguns cuidados, ter mais de 40 anos deixa de ser uma barreira para as mulheres que esperaram mais tempo para se tornarem mães.

Mais difícil, mas não impossível

Os médicos afirmam que é sim mais difícil engravidar naturalmente nessa faixa etária, visto que, após os 35 anos, ocorre uma queda no número de óvulos. Aos 40, a mulher pode ter mais problemas no aparelho reprodutor, como cistos de ovário e endometriose.

Porém, existem técnicas de fertilização que podem ser grandes aliadas, como fertilização in vitro e inseminação artificial. Esses tratamentos só são indicados depois que o casal tentou há um ano engravidar, tendo relações no período fértil.

E saiba que mesmo sem realizar tratamentos para a fertilização, quanto mais tarde a mulher engravida, maiores são as chances de ter uma gravidez múltipla, de gêmeos, trigêmeos ou mais.

grávida madura

Riscos

A partir dos 35 anos, há chances maiores de a gestante desenvolver complicações, como diabetes gestacional, problemas cardíacos, eclampsia (aumento da pressão arterial) e até sofrer abortos.

O bebê tem mais chances de nascer prematuro ou ainda com alguma alteração cromossômica, como a Síndrome de Down e Síndrome de Edwards por conta do envelhecimento dos óvulos. Aos 20 anos, o risco de a mulher ter um bebê com doenças genéticas é de 0,5%; aos 40, esse percentual sobe para 5%.

Preparação antes de engravidar

Se a mulher tem 40 anos e quer engravidar deve procurar um médico, que solicitará um check-up para avaliar o estado geral de saúde e fará a prevenção para diminuir as chances de má-formação. Uma das medidas é tomar, com no mínimo três meses de antecedência, o ácido fólico e estar em dia com as vacinas.

Além disso, a mulher pode se preparar para engravidar adotando uma alimentação saudável, praticando exercícios físicos e reduzindo as situações de estresse. Deve largar o cigarro e reduzir o consumo de álcool.

Pré-natal

Quando a mulher engravida após os 40 anos, deve fazer o pré-natal, com consultas mais frequentes ao obstetra para que ele monitore de perto todos os possíveis riscos. Além disso, há uma lista de exames mais específicos por conta da faixa etária da gestante.

Maturidade

Apesar de todas as dificuldades, muitas mulheres se sentem mais preparadas para encarar a maternidade aos 40 anos porque estão mais maduras e, muitas vezes, já tem a vida profissional e financeira mais estável.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios