Gravidez e Vacinação

Veja a importância de estar imunizada contra algumas doenças antes mesmo de engravidar

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Doenças, Gravidez, Saúde

Mulheres que desejam engravidar devem colocar as vacinas em dia, em especial as que imunizam contra doenças que podem trazer sérios riscos na gravidez e consequentes problemas para o bebê, como malformações.

Antes de engravidar, é necessário receber vacina contra rubéola, caxumba, sarampo e catapora. São vacinas que não podem ser tomadas durante a gestação porque são produzidas com vírus vivo atenuados. Se a mulher contrair rubéola durante a gestação pode trazer uma série de problemas ao bebê, como surdez, catarata, malformações, dentre outros. Portanto, caso não tenha certeza se já teve algumas dessas doenças, faça um exame de sangue que verifica a presença de anticorpos para cada uma delas. É necessário esperar no mínimo 30 dias para engravidar depois de receber essas vacinas.

grávida tomando vacina

Mas a mulher pode tomar vacinas durante a gravidez? Algumas vacinas sim, o que garante proteção  para a mamãe e para o filho.Há algumas vacinas que são produzidas com vírus mortos que podem ser aplicadas durante a gravidez, como a da Influenza, que pode ser tomada em qualquer período da gestação. Ela é importante porque a grávida pode ter complicações caso contraia a gripe comum ou a gripe A (H1N1). O Ministério da Saúde realiza anualmente campanhas de vacinação contra a gripe. Os anticorpos são passados ao bebê até os cinco meses de vida, já que, aos seis meses, ele também pode receber essa vacina.

Vacinas Permitidas na Gravidez

Para algumas doenças, o ideal é tomar a vacina antes de engravidar, mas caso a mulher tenha ficado grávida sem planejar, pode receber algumas vacinas, como a tríplice bacteriana acelular do tipo adulto, que protege contra o tétano, difteria e coqueluche, a partir da 20ª semana de gravidez.

injeção

A vacina contra a hepatite B também pode ser tomada durante a gestação, a partir do segundo trimestre. Ela é administrada em três doses. A infecção pode ser transmitida sexualmente ou pelo sangue. A mulher infectada pode transmitir a doença ao filho durante o parto, o que traz um sério risco para o recém-nascido que pode desenvolver hepatite crônica.

A vacina contra o pneumococo pode ser tomada a partir do segundo trimestre de gravidez. A bactéria pode causar meningite, pneumonia, otite, dentre outras doenças. A imunização é indicada para mulheres que tenham diabetes, fumantes, que retiraram o baço, ou que apresentem bronquite ou asma. A grávida pode também tomar vacina contra a meningite e contra a raiva.

Vacinas proibidas durante a gestação

Existem vacinas que são proibidas durante a gravidez, como a da febre amarela. O médico pode recomendar essa imunização somente para mulheres que residem em áreas endêmicas. Vacina contra a rubéola, caxumba, catapora, tuberculose, sarampo, HPV, rotavírus e varíola também não devem ser tomadas na gravidez.

No pós-parto, a mulher pode receber algumas vacinas e, nesse caso, os anticorpos chegam ao bebê por meio da amamentação. São elas: hepatite B, tríplice viral (caxumba, sarampo e rubéola), varicela HPV, hepatite A e meningocócita conjugada.

Converse com seu obstetra e tire todas as dúvidas sobre as vacinas e quais podem ser tomadas durante a gestação.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



2 comentários

  1. Tatiane

    Olá estou querendo engravidar,e tomei a vacina de febre amarela,não estou gravida,mas com quanto tempo devo esperar para engravidar?
    A enfermeira do posto falou que só depois de 3 meses,mas minha médica falou que era para tomar todas as vacinas e parar com a pílula,o que devo fazer????

  2. VAL

    Boa tarde, gostaria de saber com quanto tempo depois, do homem tomar as 03 doses da hepatite b a esposa pode engravidar sem nenhum risco? MUITO OBRIGADA

Comente!




*Campos obrigatórios