Gravidez Precoce

Prevenção acontece com informação e colaboração da família e escola

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Gravidez, Problemas

A gravidez na adolescência acontece porque os jovens fazem sexo sem o uso de preservativo, já que acham que essa situação nunca vai acontecer com eles. Porém, além de se tornarem pai ou mãe precocemente, fazer sexo sem proteção traz o risco de doenças sexualmente transmissíveis, em especial a Aids. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 22% das jovens têm a primeira relação sexual aos 15 anos. No Brasil, não são raros casos de gravidez na adolescência.

menina grávida

O caminho para a prevenção é sempre a informação. Por isso, os pais devem conversar com os filhos sobre sexo e as escolas devem falar sobre educação sexual, deixando de ver o assunto como um tabu. A família deve saber quem são os amigos dos filhos, namorados, aonde eles vão, estabelecendo assim uma relação de confiança.

E a gravidez acontece, muitas vezes, por conta dessa rebeldia. Porém, tornar-se mãe tão cedo traz muitas responsabilidades para a menina, comprometendo os estudos e a vida profissional. Além disso, a gravidez precoce pode ter alguns riscos como anemia ou outras complicações.

Possíveis Causas

 

Mas por que, mesmo as garotas que sabem dos riscos de engravidar, têm relações sem camisinha? Isso acontece, em muitos casos, por medo de desagradar o namorado e perdê-lo, pelo uso de bebidas alcoólicas e drogas, por não usar corretamente a pílula anticoncepcional ou a pílula do dia seguinte.

Assim, a mãe deve se aproximar da filha e, logo após a primeira menstruação, levá-la ao ginecologista, que conversará sobre sexo, métodos contraceptivos, como pílula anticoncepcional, injeções hormonais, camisinha e doenças sexualmente transmissíveis. Ela vai receber orientações sobre menstruação, ciclo menstrual, período fértil, entendendo melhor como funciona o próprio corpo. Os pais de meninos também devem conversar com os filhos, principalmente quanto à importância do uso do preservativo para o sexo seguro.

adolescente

Apoio da Família

Depois do resultado positivo da gravidez, tanto a família da menina quanto a do menino devem acompanhar de perto a gestação, levando a jovem para fazer o pré-natal, realizando todos os exames, principalmente os ultrassons.

Apesar do choque, os pais da garota devem evitar as brigas e dar um suporte emocional para ela que ainda é tão imatura e pode entrar em depressão, não se cuidar ou ainda, no desespero, fazer um aborto ou abandonar o bebê depois do parto.  Se for possível, a menina deve fazer um acompanhamento psicológico, para conseguir entender com clareza todas as transformações pelas quais irá passar.

A jovem deve ficar longe de bebidas alcoólicas e drogas e ter uma alimentação balanceada para garantir o desenvolvimento saudável do bebê.

Apesar das dificuldades, a jovem que engravida não deve abandonar os estudos e, nessa hora, também precisa do suporte dos pais e pessoas próximas. Assim ela conseguirá ter uma profissão e garantir o sustento do filho no futuro.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios