Não consigo engravidar: Sou Eu ou Meu Marido?

Alguns casais demoram mais para engravidarem, mas a consulta médica é imprescindível para descartar qualquer problema de saúde.

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Gravidez, Quero Engravidar

A questão “Por que não consigo engravidar?” é muito comum nos consultórios ginecológicos. O casal parou de usar os contraceptivos usuais e tentou engravidar pelos modos naturais, mas passaram-se meses e nada de surgir o bebê. Então, principalmente as mulheres, começam a se preocupar demasiadamente, achando que há problemas graves com ela ou com o seu marido e o desespero toma conta de um lar que outrora fora calmo e tranquilo. Porém, antes de começar a arrancar os cabelos, saiba quais são os motivos mais comuns da demora de alguns casais conseguirem a fertilização:

nao-consigo-engravidar

A Demora Pode Ser Normal

Se você acha que querer é poder quando o assunto é gravidez, está redondamente enganada. Saiba que, para fecundar um óvulo, as chances são bem pequenas, mesmo com tantos espermatozóides perseguindo o mesmo objetivo. Se você tem parentes ou amigas que conseguiram engravidar logo de cara, elas são é muito sortudas, afinal, é comum que casais tentem por vários meses, sendo que até 1 ano é completamente normal. Mas não basta tentar: é preciso focar no assunto, fazendo sexo pelo menos 2 vezes por semana, principalmente 14 dias após a menstruação, quando a mulher está em seu período mais fértil.

Ansiedade Excessiva

Caso você sonhe em engravidar desde a adolescência, certamente pode estar sofrendo de ansiedade excessiva, que acaba por boicotar a sua gravidez. Além disso, ela pode passar para o seu marido, aumentando a pressão sobre ele, que não conseguirá desenvolver bem o seu papel na hora da fertilização. E pare de ouvir as pressões da sua família, da dele ou de seus amigos, afinal, o corpo é seu e você engravidará assim que estiver pronta para isso, certo? Desse modo, relaxe e deixe que aconteça naturalmente, sem interferências externas. Você já deve ter ouvido histórias de casais que tentaram ter filhos sem sucesso e que acabaram por adotar uma criança e, quando menos esperava, engravidaram, não é mesmo? Esse é o fator emocional interferindo na produção de uma vida!

Primeiros Exames

Agora, se você ou o seu marido desconfiam de algum problema, o melhor a fazer é você procurar pelo seu ginecologista e ele, pelo urologista para pedirem os exames necessários. Para a mulher, serão pedidos exames de sangue, ultrassom e hormonais enquanto para o homem, de sangue e de urina. Esse é o primeiro passo para iniciar uma investigação mais profunda sobre o estado de saúde do casal.

As mulheres deverão fazer todos os tipos de exames hormonais, assim como uma ultrassom dos ovários e do útero e a histerosalpingografia, que é um exame que verifica possível problemas com a trompa. Por outro lado, para o homem, é indicada uma ultrassom e um espermograma, que  avaliará o estado de saúde dos espermas, tanto em motilidade, saúde quanto em morfologia. Felizmente, a maioria dos casos hormonais e de espermas são facilmente tratáveis.

E Se Houver Infertilidade?

Com o avanço da tecnologia, atualmente existem alguns métodos que podem ajudar como o da temperatura basal, o do coito programado ou o da indução de ovulação assistida. Quando o caso for de impedimentos da ovulação por problemas hormonais ou com síndrome dos ovários policísticos, deve ser tratado para que a gravidez aconteça. Quando for mais severo como endometriose, deve-se fazer a cirurgia ou até recorrer à fertilização in vitro. Nos homens, problemas como varicocele e infecção nos testículos podem ser facilmente tratados com grandes chances de resolução. Portanto, para poupar transtornos, recorra o mais rápido possível aos médicos.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.