Nutrição na Gravidez

É preciso ter cuidado com sua alimentação para que tanto você quanto o seu bebê sejam saudáveis durante a gestação e após o nascimento.

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Alimentação, Gravidez, Saúde

É comum ouvirmos gestantes dizerem, de boca cheia: “Agora tenho que comer por 2!”, não é mesmo? No entanto, não é porque você está carregando um bebê no ventre que terá que se alimentar em dobro.  Na realidade, você deverá ingerir mais nutrientes saudáveis e deixar os maléficos de lado, tanto pela sua saúde quanto pela do bebê. É claro que você poderá ingerir algumas calorias a mais, pois dietas restritivas também causam problemas de saúde. Sendo assim, conheça um pouco da nutrição na gravidez.

nutricao-na-gravidez

Escolha Bem os Alimentos

Durante a gravidez, os alimentos devem ser muito bem escolhidos para garantir uma melhor formação do bebê no útero e para que você se mantenha saudável para lhe oferecer os nutrientes necessários. Para tanto, encha a sua geladeira de verduras, legumes, frutas, grãos e cereais integrais, deixando de lado as frituras e o açúcar, que poderá ser facilmente substituído pelo mel.

Fracione a Alimentação

Nesse momento tão especial de sua vida, você sentirá fome mais vezes ao dia, e é o que realmente deve ser feito: fracione sua alimentação em pelo menos 5 vezes ao dia, inserindo uma entre o café da manhã e o almoço e outra entre o almoço e o jantar, e antes de dormir, beba um copo de leite ou coma um copo de iogurte com frutas.

Quantos Quilos Posso Ganhar?

Você já deve ter visto grávidas gigantes, não é mesmo? E o pior é que, assim que têm o bebê, a barriga continua lá do mesmo jeito. Isso acontece porque engordaram exageradamente, muito mais que deviam, pois seguiram exatamente a frase acima: “Agora tenho que comer por 2!” No primeiro trimestre, a gestante deve ganhar entre 1,5 e 2,0 quilos e, a partir de então, cerca de 1,5 a 2,0 por mês, até que chegue ao final da gravidez entre 7,0 e 15,0. Portanto, cuidado com a balança, que não é ruim apenas pela sua estética, mas para a sua saúde e a do bebê, pois gera o diabetes gestacional e outros problemas como a hipertensão.

Nutrientes Essenciais na Gravidez

Além de caprichar nos pratos cheios de folhas, legumes, grãos e frutas, há nutrientes essenciais durante a gravidez que ajudarão na boa formação do bebê e na sua saúde. Os carboidratos são necessários para garantir a energia que a gestante necessitará durante esse período, principalmente os complexos encontrados nos grãos integrais. O fósforo, com o cálcio, participa da formação óssea e dentária; as proteínas constroem, mantêm e renovam os tecidos do bebê e da mãe; a vitamina D fixa o cálcio nos ossos; os lipídeos ajudam na formação do sistema nervoso; a niacina (vitamina B3) estimula o desenvolvimento cerebral; a piridoxina (vitamina B6) para o bom crescimento do feto; a tiamina (vitamina B1) favorece o metabolismo energético de mãe e filho e a vitamina A ajuda a desenvolver as células e os ossos fetais.

O Que Evitar na Gravidez

Enquanto você estiver gestante, é bom evitar o consumo excessivo de cafeína, que se quiser, pode ser ingerida com leite. O álcool é um veneno para o feto, e deve ser bebido com muita moderação (1 taça de vinho por semana). Do mesmo modo, evite frituras, alimentos muito condimentados, queijo fresco não pasteurizados e alimentos que dão gases. Além disso, o gengibre e a canela, principalmente em forma de chá, não podem ser ingeridos, pois são abortivos.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios