Piercing no Umbigo na Gravidez

O piercing no umbigo pode representar, além de um desconforto, um risco à saúde da mamãe e do bebê. Por isso deve ser retirado o quanto antes.

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Gravidez, Quero Engravidar

Há alguns anos atrás a moda do piercing no umbigo se espalhou rapidamente pelo Brasil, e como resultado disso muitas mulheres que vieram a ficar grávidas tiveram a mesma dúvida: devo tirar o meu piercing? Para as mais prudentes e cuidadosas, essa é uma pergunta óbvia talvez, visto que o crescimento da barriga traz, no mínimo, riscos à continuação do piercing naquele local.

E é exatamente isso que dizem os médicos e especialistas. Se o piercing não for retirado logo, o furo pode crescer e todos os riscos naturais do piercing são multiplicados. Haverá movimentação na área, haverá mudança nas características básicas do tecido, e com absoluta certeza será muito mais difícil manter a higiene no local. Dessa forma, o maior medo de uma pessoa que possui piercing pode ocorrer facilmente na gravidez: a infecção.

piercing no umbigo gravidez

A infecção representa muito mais do que um pequeno desconforto, e pode prejudicar não só o tecido que está infeccionado, mas toda a situação da saúde da futura mamãe, visto que o corpo inicia uma luta contra os invasores do organismo, podendo vir a prejudicar a situação do bebê. Esse pode ser um problema não tão grave para uma pessoa em situações normais (mesmo que muitas vezes se torne grave), mas para a gestante esse problema será somado aos diversos outros inconvenientes e riscos da gravidez.

Estrias

Muitas mulheres ainda se perguntam se há relação entre manter o piercing durante a gravidez e o aparecimento de estrias no local. Na verdade, segundo os dermatologistas, não há qualquer estudo que comprove a relação entre o acessório e as marcas na pele, e sabe-se que as estrias são comuns nessa época de dilatação e elasticidade extrema dos tecidos da barriga. O que pode ocorrer é, com a demora da remoção do piercing pela gestante, a formação de pequenas (mas bem visíveis) marcas na região, como se fossem mesmo estrias. Mas essas marcas são relacionadas à dificuldade de cicatrização e do aparecimento de possíveis infecções bacterianas.

Cesária

Se você ainda não conseguiu se convencer de que o seu piercing deve ser removido o quanto antes, saiba que, se por algum motivo uma Cesária tiver que ser realizada, o piercing será removido mesmo contra a sua vontade. Por isso, se você escolheu a Cesária por motivos pessoais ou de saúde, descarte o piercing o quanto antes. E todas sabemos que complicações podem ocorrer na gravidez, e dessa forma todas as mulheres estão sujeitas ao parto por Cesária.

grávida com piercing

Quando devo retirá-lo?

Assim que souber que está grávida. Se você conseguir tirar o piercing com certa antecedência, poderá haver uma cicatrização natural que não será prejudicada pela alteração do tecido na gravidez, e nenhum problema relacionado poderá incomodar você e o seu bebê. Se houver demora para a remoção, o orifício pode vir a ficar maior, o que dificultará a remoção, a limpeza, e facilitará a proliferação de bactérias no local. Por isso, se você já sabe que está grávida vá até um Body Piercing e solicite a remoção da joia. Muitos fazem esse serviço de graça e ele dura menos de trinta segundos.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios