Porque Não Dar Bebidas à Base de Soja para Crianças

Conheça os perigos da soja para crianças

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Alimentação, Saúde

A soja é um alimento muito consumido atualmente, e facilmente substitui alimentos à base de leite. Os benefícios da soja são muitos: a soja é uma leguminosa de alto valor nutricional, cheio de vitaminas, proteínas e minerais. Ela possui também um grande valor de gordura vegetal, a “gordura boa”, que é isenta de colesterol.

Além disso, ela pode ser encontrada em diversas formas: desde o líquido, como em sucos ou leites, cremosos como iogurtes, como a leguminosa em si, em grãos, ou ainda em substituição à carne vermelha, em sólido, pedaços.

Apesar de todos esses benefícios, alimentos ou bebidas à base de soja não devem ser incluídos na alimentação infantil. O motivo? Para começar, o organismo de uma criança é totalmente diferente do organismo de um adulto. Isso significa que a forma que o seu organismo absorve as vitaminas e faz a digestão ideal dos alimentos não é a mesma do que ocorre com o seu filho.

bebê se alimentando

Mas, existem indícios mais graves e preocupantes que merecem o dobro de atenção dos pais: ao substituir o leite, por exemplo, de vaca pelo de soja, você pode acabar, para começar, diminuindo significativamente a quantidade de cálcio que seu filho ingere. Uma criança com deficiência de cálcio provavelmente se desenvolverá com menos saúde, pois o cálcio é fundamental para seu crescimento e fortalecimento e manutenção de seus ossos.

Além disso, estudos apontam que crianças que consomem muitas bebidas ou alimentos à base de soja acabam tendo um grave desequilíbrio hormonal.

A Soja e os Hormônios

A soja é riquíssima em fitoestrógenos, que é uma substância vegetal que no organismo tem o mesmo efeito do estrógeno, o hormônio feminino. Isso significa que ao ingerir alimentos de soja, seu filho está ingerindo uma quantidade extra de estrógeno. E naturalmente, isso lhe trará conseqüências.

Em meninas, é notável a chegada da menarca (primeira menstruação) antes da hora, e isso acaba por afetar também seu índice de crescimento, além de fazer com que desenvolvam-se seios e outras características vinculadas a puberdade antes da hora, como o crescimento das mamas; já os meninos ao receberam uma quantidade alta de estrógeno, acabam ficando com seus hormônios bagunçados também, podendo ter também seu crescimento afetado e até a puberdade retardada.

Outros Efeitos da Soja no Organismo

Existem outros motivos que levam alguns especialistas à contra indicarem o uso de soja na alimentação infantil:

leite de soja

  • O extrato de soja, ao ser ingerido pelos bebês, pode causar alergias sérias e deficiências nutricionais que vão além do cálcio, como vitaminas A e C, indispensáveis para seu crescimento.
  • Os inibidores da tripsina, que estão presentes na soja, podem interferir no processo digestivo do seu filho, causando distúrbios no pâncreas e dificultando o processamento de proteínas.
  • A ingestão de alimentos ou bebidas à base de soja aumentam a necessidade de ingestão de vitamina D;
  • Alimentos e bebidas à base de soja podem ter altos níveis de alumínio, extremamente tóxicos para o sistema nervoso e rins do seu filho, um verdadeiro veneno.

Atenção: cada caso é um caso. Algumas crianças recebem indicação para ingerir soja, de forma complementar. Converse o pediatra de seu filho.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios