Riscos da Obesidade na Gravidez

Embora a mamãe obesa coma mais que as suas colegas, normalmente possuem um déficit vitamínico, o que pode gerar problemas de saúde na mãe ou no bebê.

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Gravidez, Problemas

É muito comum ouvirmos gestantes dizerem alegremente: “Agora preciso comer por 2 para o bebê nascer forte e saudável!” Entretanto, essa afirmação, que agora é feliz, poderá surtir em complicações futuras, pois não é por estar grávida que a mulher deve se alimentar exageradamente. Na realidade, estudos apontam que, para que a gravidez e o parto sejam saudáveis, uma mulher deve engordar, no máximo, 15 quilos durante toda a gestação. Portanto, saiba quais são os riscos da obesidade na gravidez e evite-a:

riscos-da-obesidade-na-gravidez

Quantos Quilos Posso Engordar?

Se você possui peso baixo, poderá ganhar até 15 quilos durante a gestação, mas caso esteja no peso ideal, é recomendado que engorde entre 10 e 12 quilos para ter uma gravidez tranquila e sem riscos. No entanto, se é obesa ou está com sobrepeso, os cuidados devem ser redobrados, não sendo recomendado ganhar mais de 6 quilos nos próximos 9 meses. Porém, para ter certeza de quantos quilos você poderá aumentar, visite o seu obstetra constantemente, pois ele te dará as orientações necessárias para que não haja problemas com você ou o seu bebê.

Riscos da Obesidade

É importante seguir à risca a dieta recomendada pelo obstetra ou até por um nutricionista durante a gravidez, pois a obesidade se torna um grande fator de risco para doenças como a hipertensão, o diabetes e a pré-eclâmpsia, especialmente nos últimos meses de gestação. E os malefícios não são apenas para a mãe, como também para o bebê, que pode morrer logo após o nascimento. Além disso, pode haver problemas no tubo neural, estrutura que gera o cérebro e a medula. Também há pesquisas que revelam que o autismo e os problemas respiratórios infantis estão relacionados à obesidade da mãe durante a gravidez.

A Grávida Tem Menos Vitaminas

Ironicamente, todos esses riscos para a mãe e para o bebê estão associados ao déficit de vitaminas no organismo materno! Estudos apontam que 40% das gestantes obesas apresentam deficiência de ácido fólico, vitamina B12 e cálcio. E essa afirmação não é de se estranhar, pois se pensarmos um pouco, deduziremos que uma pessoa normalmente fica obesa porque se alimenta mal, apesar da quantidade. Afinal, os gordinhos são loucos por frituras, doces e refrigerantes, não é mesmo? Por outro lado, torcem o nariz ao verem uma salada ou frutas na mesa. Por isso, seus corpos ficam cheios de gordura ruim, mas sem nutrientes importantes para o bom andamento da gravidez e para a saúde do seu bebê. Dessa forma, é necessário repensar na sua dieta, mamãe!

Como Manter o Peso Durante a Gravidez

Para manter o peso adequado durante a gravidez, em primeiro lugar, é preciso buscar pela orientação de um especialista (nutrólogo ou nutricionista especializado em grávidas). Então, siga determinadamente as suas recomendações, afinal, não é apenas a sua vida que está em risco, como também a do seu tão sonhado bebê. E para mantê-lo, não deve ser um grande segredo para você: reeducação alimentar com 5 refeições diárias que incluam alimentos saudáveis como legumes, frutas, verduras, grãos e brotos e atividades físicas (leves como pequenas caminhadas, Pilates ou yoga). E mais: ingira bastante água e sucos naturais para manter o corpo sempre hidratado.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.