Sintomas de que Algo está Errado

Veja alguns indícios que podem indicar problemas na gestação

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Gravidez, Problemas

Na gravidez, a mulher fica atenta a cada sintoma e, por mais que ela saiba tudo sobre gestação ou esteja na segunda ou terceira gravidez, muitos sinais a deixam em dúvida se está tudo bem com o bebê.

É importante que a mulher fique alerta com alguns sinais que fogem dos sintomas clássicos de gestação, como enjoos, vômitos, cansaços, sonolência, dentre outros. A recomendação é: se você desconfiar de algum sintoma, não deixe de procurar seu médico: se for um sintoma normal, o médico irá lhe orientar e você ficará mais tranquila. É sempre bom prevenir qualquer problema.

dor na gravidez

Fique atenta

Veja abaixo alguns sintomas de que existe algum problema com a gestação. Muitos deles podem ser sinal de pré-eclâmpsia, que causa aumento da pressão arterial, inchaços, podendo trazer risco para a mãe, bebê, causando até parto prematuro.

  • Desmaio pode indicar queda da pressão arterial
  • Dor ou queimação ao urinar, que pode vir acompanhada de febre, indica infecção urinária, que deve ser tratada para que a infecção não chegue aos rins, podendo ocasionar parto prematuro. O médico irá receitar antibióticos e pedirá exame de urina para saber qual bactéria causou a infecção.
  • Dor forte na região inferior da barriga ou em um dos lados podem ser sinais de gravidez ectópica, deslocamento de placenta, trabalho de parto antes do tempo ou até de aborto.
  • Sangramentos intensos: pequenos sangramentos são normais principalmente bem no início da gestação quando o embrião se implanta no útero. Mas sangramentos mais fortes podem indicar gravidez ectópica, deslocamento de placenta ou aborto.
  • Febre: atenção se o termômetro marcar mais de 37,5 graus porque é sinal de infecção. Ligue para o médico que poderá receitar antibióticos.
  • Inchaços no corpo, principalmente pés e mãos: o inchaço e retenção de líquidos são normais na gravidez, mas atenção se vierem acompanhados de problemas na visão ou dores fortes de cabeça porque podem ser sintomas de pré-eclâmpsia.
  • Perda de líquido: atenção com a perda de líquido que aconteça antes da 37ª semana. Nesse caso, o ideal é ir para o hospital, ser internada para evitar alguma infecção. Após as 37 semanas de gestação, a perda de líquido significa que você entrou em trabalho de parto.
  • Ausência de movimentos fetais: a mãe deve ficar alerta se ficar um dia inteiro sem sentir os movimentos do bebê. Para ter certeza, deite-se virada para o lado esquerdo e tente perceber alguma movimentação. Caso isso não ocorra, procure com urgência o médico.
  • Problemas na visão, como vista embaçada, podem ser sinal de pré-eclâmpsia.
  • Muita sede pode indicar diabetes gestacional
  • Quedas ou pancadas na barriga: se a mãe caiu ou levou uma pancada na barriga deve procurar um médico para ver se está tudo bem com o bebê.

Outros sintomas que não podem ser ignorados: vômitos constantes, tonturas, batimento cardíaco acelerado e contrações uterinas antes das últimas semanas de gestação.

Nunca se automedique

pressão alta

Em qualquer situação, é importante que a mãe nunca se automedique. Muitos medicamentos podem ser prejudiciais ao bebê. Consulte sempre o médico para receber todas as orientações.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios