Ultrassonografia Abdominal

Veja como o exame do ultrassom abdominal, tão importante na gestação, é realizado

Artigo publicado por Patrícia Ribeiro nas categorias: Exames, Saúde

Depois ter o resultado do exame positivo de gravidez, o que muitas mamães aguardam é a ultrassonografia ou ecografia, que mostrará como o seu bebê está se desenvolvendo. Não há um número certo de quantos ultrassons devem ser realizados durante toda a gestação.

O ultrassom é um exame de imagem, em que ondas sonoras de alta frequência permitem visualizar os órgãos. No caso das gestantes, permite visualizar o útero, a placenta e o bebê (a partir da 5º semana de gestação). Hoje, esses exames estão muito modernos e geram imagens de alta resolução. Podem ser realizados em laboratórios, hospitais ou até mesmo no consultório do seu obstetra.

us abdominal

No primeiro trimestre da gravidez é realizada a ultrassonografia transvaginal. Já no segundo e terceiro trimestres, é realizada a ultrassonografia abdominal. Com o exame, é possível fazer uma previsão da data de nascimento do bebê, sabendo de quantas semanas está a gestação. Isso porque nem todas as mulheres sabem a data em que ocorreu a concepção para fazer o cálculo.

No ultrassom abdominal, o médico passa um gel na barriga da mamãe e, por meio de um equipamento denominado transdutor, consegue imagens do bebê, que aparecem em uma televisão. Geralmente, o médico pede à mulher que leve um DVD para gravar esse momento tão especial. Em cada ultrassom é uma emoção nova: ver seu bebezinho com detalhes e ficar ansiosa para tê-lo nos braços!

Com o ultrassom abdominal, o médico tira as medidas do bebê (do fêmur, cabeça, comprimento etc.), além de seu peso. O exame visualiza os membros, ossos, órgãos, bem como mostra o sexo do bebê, lá pela 20º semana. Mostra ainda o coraçãozinho do seu filho, os batimentos, além do fluxo de sangue.

O ultrassom não prejudica o feto, pelo contrário, além de mostrar seu desenvolvimento, consegue diagnosticar alguns problemas que podem ser tratados com ele ainda na barriga da mãe.

Ultrassom morfológico

O exame de translucência nucal é realizado entre a 11º e 13º semanas via ultrassom (intravaginal ou abdominal) e pode identificar alterações cromossômicas no bebê.  Na 20º semana, o médico realiza o exame morfológico também via ultrassom (abdominal): de forma bem detalhada, ele analisa a anatomia do bebê, principalmente o coração, órgãos do sistema digestivo, cérebro, dentre outros aspectos, podendo descobrir se há malformações. O exame também verifica a localização da placenta.

Se o médico suspeitar de algum problema durante o ultrassom, pedirá algum exame específico para sua confirmação.

No final da gestação, com o ultrassom abdominal é possível analisar o líquido amniótico, placenta, bem como o crescimento e peso do bebê, sua posição, conseguindo precisar melhor a data do nascimento e o tipo de parto que deverá ser realizado.

Ultrassons 3D e 4D

ultrassom

Esses exames mostram o feto de forma bastante detalhada, permitindo ver até o rostinho do bebê. Não são essenciais na gestação, mas podem mostrar problemas no rosto, como o lábio leporino e nas extremidades.

As imagens do ultrassom, muitas vezes, são confusas para os leigos. Mas se você tiver alguma dúvida, não hesite e pergunte ao seu médico.

Patrícia Ribeiro

Autora

Patrícia Ribeiro é mamãe 24h por dia de dois filhos maravilhosos e dedica seu raro tempo livre à compartilhar suas descobertas com outras mamães.



Comente!




*Campos obrigatórios